Zumbido no Ouvido Causa Depressão?

Embora a ciência e a medicina estejam sempre evoluindo, a verdade é que o corpo humano ainda guarda uma infinidade de segredos e coisas desconhecidas. Uma delas é a relação entre o zumbido no ouvido e doenças psiquiátricas, como é o caso da depressão.

O fato que muita gente ainda nem imagina é que uma das causas do zumbido no ouvido pode ser a depressão e podem se manifestar até mesmo antes de que haja um diagnóstico.

Então, para entender um pouco mais sobre a relação entre essas duas condições, continue lendo e vamos entender os detalhes.

Mas antes, o que é o zumbido no ouvido?

Também denominado de tinnitus, o zumbido no ouvido é um problema que leva o paciente a conviver diária e constantemente com um ruído, que é considerado bastante irritante.

O fato é que existem muitas causas possíveis para que isso acontece, estando associado com a perda de audição na maioria dos casos.

Mais do que isso, os sons também podem ser variados, sendo que algumas pessoas escutam estalos, chiados, apitos, cliques e outros.

Esse som constante pode ter volume alto, baixo, moderado, intenso ou bastante incômodos.

Além disso, em alguns casos esse chiado é algo passageiro, embora também possa ser algo permanente. O bom é que esse problema tem tratamentos, e o calminax funziona perfeitamente para acabar com o zumbido no ouvido.

Ansiedade, depressão e zumbido no ouvido

A ansiedade é um considerada uma emoção humana bastante comum e até benéfica em alguns casos, quando se encontra em níveis aceitáveis. No entanto, quando se torna excessiva, pode desencadear problemas.

As pessoas que apresentam quadros de ansiedade excessiva, no aspecto psicológico e emocional, vivem em estado de nervosismo constante, sentem irritação, agitação e dificuldade de se concentrar.

Os sintomas também se manifestam fisicamente, com aumento dos batimentos cardíacos, sensação de fraqueza, boca seca, mãos frias e outros.

É justamente esses sintomas que vem acompanhado de quadros de ansiedade que podem causar o temido zumbido no ouvido.

Já nos quadros de depressão, o zumbido no ouvido tende a ser mais frequente, não sendo incomum que pessoas que manifestam depressão clínica já apresentavam o sintoma do zumbido no ouvido até mesmo antes do diagnóstico.

Como tratar o problema?

Primeiramente, é essencial procurar ajuda médica, psicológica e/o psiquiátrica, para que seja possível controlar o problema inicial, que é a depressão e a ansiedade.

Mais do que isso, pode ser recomendado mudar hábitos alimentares, fazer atividade física, controlar a pressão arterial, diminuir o estresse e praticar exercícios para o controle da respiração.